Dark Tourist

outubro 03, 2018

 

Turismo Macabro (Dark Tourist, 2018) é uma série de 8 episódios que saiu pela Netflix. A premissa é bem simples: o jornalista David Farrier, nosso apresentador, visita pontos turísticos que são bizarros, macabros e excêntricos em sua essência. Dark tourism está definido na Wikipédia como viajar a lugares marcados por algum acontecimento relacionado a morte ou tragédia.

Os episódios são separados por região, e David roda o mundo atrás dessas localizações. Da floresta de Aokigahara no Japão a tentar entrar em uma cidade fantasma que virou zona militarizada da Turquia - e quase ser preso no caminho -, passando por um colecionador de bizarrices amigo de Charles Bronson na Inglaterra, uma turnê por Medellín conduzida pelo mais sanguinolento capanga de Pablo Escobar, conhecer vampiros, e admiradores de Charles Manson nos Estados Unidos... entre outras experiências bizarras.


Se a seleção de destinos parece meio aleatória, é porque ela é mesmo. E, pra ser sincera, alguns deles na verdade não têm nada de macabro - como acompanhar o lançamento de um foguete em direção à Estação Espacial, ou conhecer extremistas religiosos na África do Sul que esperam o apocalipse acontecer a qualquer momento (!). Esse pra mim é um defeito da série - além de mostrar que, basicamente, basta ter dinheiro pra "viver uma experiência" que pra muita gente é a única realidade - como a reintegração da cidade de Fukushima após o desastre nuclear, ou a vida regrada no Turcomenistão.


Apesar disso, de forma alguma é ofuscada a experiência de aprender sobre culturas e países diferentes dos nossos, e ter esse panorama de como pessoas diferentes com bagagens diferentes lidam com assuntos que são tabu, especialmente com a morte. Vale super a pena assistir, e o Farrier é um apresentador super competente e divertido, que não hesita em meter as caras mesmo em situações - ao menos em teoria - perigosas e extremas.

Ou não.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Ainda não terminei a série, como já tinha dito não morri de amores pelo apresentador igual você haha. Mas amei muito a idéia de tudo, afinal só não sou dark tourist pq não tenho dinheiro, não é mesmo? Amei as pessoas que ele foi conhecendo pelo caminho, acho que isso foi uma das melhores coisas que a série mostrou.

    ResponderExcluir